Os elevadores são locais de grande risco de transmissão do vírus, não só por ser um espaço pequeno, com pouca ventilação, mas também por ter muitos componentes metálicos e pontos de toque com as mãos. Para evitar a propagação, devem ser tomadas algumas medidas:
• Sempre que for possível utilize a escadaria do prédio em vez do elevador (não está tão exposto ao contágio e faz exercício físico).
• Se tiver mesmo que utilizar o elevador, evite fazê-lo junto com outras pessoas. Se isso também não for possível, use máscara e se alguém tossir, espirrar ou falar durante a viagem, deve de seguida trocar de roupa e tomar medidas de higiene pessoal.
• Utilize luvas para carregar nos botões de chamada do elevador e evite agarrar-se às barras metálicas (quando as tem). Se não usar luvas, não coloque as mãos na cara sem as lavar ou desinfetar.
• O elevador deve ser desinfetado diariamente e mais que uma vez por dia. Porque o serviço de limpeza, na maior parte dos prédios, não é permanente, aconselha-se uma escala entre os moradores para fazer esse serviço, pelo menos de duas em duas horas, dependendo também da sua utilização.